OMS avalia aumento de doenças respiratórias entre crianças no norte da China

OMS avalia aumento de doenças respiratórias entre crianças no norte da China



Desde meados de outubro de 2023, a Organização Mundial da Saúde, OMS, monitoriza dados de sistemas de vigilância que mostram um aumento de doenças respiratórias em crianças no norte da China.

Em 13 de novembro de 2023, a Comissão Nacional de Saúde da China relatou um aumento nacional na incidência de doenças respiratórias, afetando predominantemente crianças.

Pedido de informação

As autoridades chinesas atribuíram este aumento ao fim das restrições da Covid-19, à chegada da estação fria e à circulação de agentes patogénicos conhecidos.

Esta quarta-feira, a OMS identificou relatos de aglomerados de pneumonia não diagnosticada em hospitais infantis em Pequim, Liaoning e noutros locais da China.

Através do mecanismo do Regulamento Sanitário Internacional, a OMS fez um pedido oficial à China para fornecer informações epidemiológicas e clínicas adicionais. A agência solicitou dados sobre resultados laboratoriais destes casos e tendências recentes em patógenos respiratórios circulantes.

Na quinta-feira, as autoridades chinesas informaram que não houve detecção de quaisquer novos agentes patogénicos, nem quaisquer apresentações clínicas incomuns, incluindo em Pequim e Liaoning.

Aumento de casos de pneumonia desde maio

Em comunicação com a OMS, o Centro Chinês de Controlo e Prevenção de Doenças indicou um aumento nas consultas ambulatoriais e nos internamentos hospitalares de crianças por pneumonia desde maio.

Alguns destes aumentos estão a ocorrer mais cedo do que o observado anteriormente, mas não são inesperados dado o fim das restrições da Covid-19, tal como aconteceu de forma semelhante noutros países. Nenhuma alteração na apresentação da doença foi relatada pelas autoridades de saúde chinesas.

A agência também afirmou que houve um aumento geral de doenças respiratórias devido a múltiplos patógenos conhecidos. Segundo as autoridades de saúde, o aumento das doenças respiratórias não resultou em cargas de pacientes que excedessem a capacidade hospitalar.

Recomendações da OMS

A OMS está a acompanhar de perto a situação e em contacto estreito com as autoridades nacionais da China. A agência disse que continuará a fornecer atualizações conforme necessário.

Desde meados de Outubro, o país implementou sistemas de vigilância melhorados para doenças respiratórias, abrangendo um amplo espectro de vírus e bactérias respiratórias, incluindo Mycoplasma pneumoniae.

Com base nas informações disponíveis, a OMS recomenda que as pessoas na China sigam medidas para reduzir o risco de doenças respiratórias.

Incluem as vacinas recomendadas contra a gripe, a Covid-19 e outros agentes patogénicos respiratórios, manter distância das pessoas doentes, ficar em casa quando estiver doente, usar máscaras quando necessário, garantir uma boa ventilação e lavar regularmente as mãos.



globo.com rio de janeiro

o globo noticia

globo com rio de janeiro

globo.com g1

jornal globo

jornais globo

Link. Domestic helper visa extension hk$900. Itコンサルタント必見!フリー案件を一括紹介【it consult ant bank】.