Em fórum na China, Guterres pede investimentos em infraestrutura verde


O secretário-geral da ONU, António Guterres, discursou no 3º fórum internacional sobre a iniciativa Cinturão e Rota da China, que financiou e construiu estradas, centrais eléctricas, pontes, portos e outras instalações em países em desenvolvimento ao longo da última década.

Esta quarta-feira, Guterres lembrou que embora as infraestruturas “sejam a base da vida quotidiana das populações e das economias”, milhares de milhões de pessoas no mundo em desenvolvimento ainda não têm acesso a sistemas básicos.

Crise e oportunidade

Além disso, o chefe da ONU destacou que “o desenvolvimento não pode ocorrer à custa do ar que respiramos, da água que bebemos ou da biodiversidade que define a saúde do nosso planeta”.

Ele apelou aos líderes para “transformarem a emergência infra-estrutural numa oportunidade”, observando que 75% do que o mundo necessitará até meados do século ainda não foi construído.

O secretário-geral disse que a iniciativa Belt and Road reconhece uma oportunidade histórica para construir cidades, comunidades e sistemas de transporte e energia modernos e verdes que “coloquem a resiliência e a sustentabilidade no centro”.

Para ele, a iniciativa pode trazer “contribuições valiosas em duas áreas fundamentais”.

Sustentabilidade económica

O primeiro centra-se na promoção da “sustentabilidade económica” nos países em desenvolvimento, reformando a actual arquitectura financeira global, promovendo mecanismos eficazes de alívio da dívida e apoiando um Plano Anual de Estímulo de 500 mil milhões de dólares para expandir o investimento nos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável, ODS.

Os líderes mundiais que participaram na Cimeira dos ODS na sede da ONU no mês passado endossaram estas iniciativas.

Segundo Guterres, num contexto desafiador para os países em desenvolvimento, a relevância da iniciativa Belt and Road é inegável.

O chefe da ONU destaca que incluiu quase US$ 1 trilhão em investimentos acumulados em mais de 3 mil projetos ao redor do mundo.

O Secretário-Geral António Guterres discursa na abertura do Fórum do Cinturão e Rota em Pequim

Invista na sustentabilidade ambiental

A segunda área de ação é a promoção da sustentabilidade ambiental, o que exigirá investimentos que “incorporem resiliência e adaptação no planeamento nacional e local” e ajudem a atingir o objetivo de limitar o aumento da temperatura global a 1,5°C acima dos níveis pré-industriais.

Guterres afirmou que “a iniciativa Cinturão e Rota é um instrumento importante para tornar realidade estes investimentos fundamentais”.

Rota da Seda Verde

O secretário-geral abordou este ponto durante um fórum de alto nível sobre a iniciativa Rota da Seda Verde, que procura colocar projetos e investimentos em harmonia com a natureza.

Segundo ele, a ação “pode literalmente mudar paisagens, economias, sistemas energéticos, transportes, edifícios e indústrias inteiras”. Portanto, Guterres pede que os projetos sejam realizados de forma a preservar as gerações futuras.

O chefe da ONU instou os líderes a fazerem avançar o sector de uma forma verde e sustentável, apoiando as pessoas e os ecossistemas, bem como rompendo com modelos de desenvolvimento falhados que mantêm a dependência dos combustíveis fósseis.

Energia limpa para todos

O líder da ONU enfatizou a necessidade de “sistemas de transporte verdes e estruturas energéticas municipais” que não poluam o meio ambiente nem destruam a biodiversidade, fornecendo eletricidade acessível para todos.

Guterres destacou o papel das indústrias da construção, observando que “são necessários edifícios e sistemas de água e energia que sejam resilientes às alterações climáticas e capazes de continuar a servir as comunidades face a catástrofes”.

Além disso, o Secretário-Geral da ONU apelou a que qualquer novo investimento em infra-estruturas sirva para “acelerar a transição dos combustíveis fósseis, que destroem o planeta, para as energias renováveis”.

Guterres citou o Pacto de Solidariedade Climática, que pressiona os maiores poluidores a reduzirem as emissões de gases com efeito de estufa. Paralelamente, a Agenda de Aceleração apela a todos os governos para que acelerem as suas transições energéticas.



globo.com rio de janeiro

o globo noticia

globo com rio de janeiro

globo.com g1

jornal globo

jornais globo

Link. Είναι το στοιχείο που σας παρέχει ασφάλεια και ζεστασιά. Index.