Quase 2.000 crianças mortas na guerra na Ucrânia: UNICEF

Quase 2.000 crianças mortas na guerra na Ucrânia: UNICEF


O UNICEF Escritório Regional da Europa e Ásia Central e o seu Diretor Regional, Regina De Dominicisdivulgou um comunicado conjunto dizendo “pelo menos 1.993 crianças na Ucrânia foram mortas ou feridas desde a escalada da guerra há mais de dois anos, uma média de duas crianças vítimas por dia.

O declaração disse que esse número de mortes infantis provavelmente será maior.

Os ataques na Ucrânia afetaram a saúde mental e o bem-estar das crianças, com metade dos adolescentes a relatar problemas para dormir e um em cada cinco a relatar pensamentos intrusivos e flashbacks.

“Como vemos em todas as guerras, as decisões e ações imprudentes dos adultos custam às crianças a vida, a segurança e o futuro”, afirma o comunicado.

Assassinatos recentes

Escritório da ONU para a Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA) relatado na segunda-feira que as recentes ondas de ataques na região de Kharkiv mataram civis e várias crianças.

Devido à rápida deterioração da situação de segurança, as autoridades locais, com o apoio da ONU e de organizações de ajuda, evacuaram quase 6.000 pessoas da região fronteiriça com a Rússia.

Educação interrompida

Junho marcará quatro anos de interrupção da educação na Ucrânia, disse a UNICEF.

“Quase metade das crianças matriculadas na escola na Ucrânia perdem aulas presenciais, com quase um milhão de crianças em todo o país incapazes de aceder a qualquer aprendizagem presencial devido à insegurança.”

A UNICEF tem trabalhado em toda a Ucrânia para restaurar escolas e abrigos, ao mesmo tempo que fornece apoio de aprendizagem online às crianças e oferece kits de aprendizagem em casa.

Só em 2023, a organização da ONU conseguiu ajudar “1,3 milhões de crianças com oportunidades de aprendizagem formal e informal e 2,5 milhões de crianças e cuidadores com serviços de saúde mental e apoio psicossocial”.

Anya, de oito anos, está entre os escombros de sua escola danificada em Buzova, na Ucrânia.

É necessário um cessar-fogo

A UNICEF apela continuamente a um cessar-fogo imediato na Ucrânia e à protecção das crianças.

Isto, disseram, incluiria o fim do uso de armas explosivas em áreas povoadas e “ataques a instalações e infra-estruturas civis que prejudicam desproporcionalmente as crianças”.

A agência disse que as crianças na Ucrânia precisam de segurança, estabilidade, acesso à aprendizagem e serviços e apoio de proteção infantil.

“Mais do que tudo, as crianças da Ucrânia precisam de paz”, concluiu o comunicado.

Financiamento adicional

A UNICEF disse que os seus programas humanitários e de recuperação para 2024 precisam de 250 milhões de dólares adicionais para garantir um apoio crítico às crianças e às famílias na Ucrânia.



globo.com rio de janeiro

o globo noticia

globo com rio de janeiro

globo.com g1

jornal globo

jornais globo