Aumento de ataques na Ucrânia gera evacuações e ameaça crianças


O Escritório da ONU para a Coordenação de Assuntos Humanitários, Ocha, informou na segunda-feira que 6.000 pessoas foram evacuadas de Kharkhiv, na Ucrânia.

A área, que faz fronteira com a Rússia, tem registado uma rápida deterioração da situação de segurança. A ONU trabalhou em conjunto com as autoridades locais e organizações de ajuda na evacuação.

Ondas de ataques

A região de Kharkiv sofreu várias ondas de ataques nos últimos dias, que deixaram civis mortos e feridos, incluindo crianças. Houve também destruição maciça de infra-estruturas essenciais.

Os trabalhadores humanitários prestaram apoio e transporte aos evacuados, complementando os esforços dos serviços de resgate nacionais e municipais. Além disso, foram distribuídos kits de alimentos, água e higiene, suprimentos familiares essenciais, abrigo, apoio sanitário e psicológico.

No entanto, as pessoas nas regiões de Donetsk e Sumy, no leste e no norte do país, também sofreram ataques durante o fim de semana e na segunda-feira, danificando casas e infraestruturas civis.

Só em Abril, a Missão de Monitorização dos Direitos Humanos da ONU na Ucrânia documentou mais de 700 vítimas civis e 47 ataques a infra-estruturas energéticas em toda a Ucrânia.

Equipe de resgate revista prédio bombardeado em Kiev (arquivo)

Quase 2 mil crianças mortas ou feridas

Segundo dados verificados pela ONU, pelo menos 1.993 crianças foram mortas ou feridas na Ucrânia desde a escalada da guerra, há mais de dois anos, uma média de duas vítimas por dia.

O diretor regional do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) para a Europa e Ásia Central disse que “além dos assassinatos de crianças e dos danos físicos causados ​​pelos ataques, muitos menores em toda a Ucrânia experimentaram níveis prejudiciais de perdas e violência para a sua saúde mental e bem-estar”. .”

De acordo com Regina De Dominicis, metade dos adolescentes relata ter problemas para dormir e um em cada cinco tem pensamentos intrusivos e flashbacks.

Apoio à educação

No próximo mês termina mais um ano letivo, marcando o quarto ano de ensino interrompido no país. Quase metade das crianças matriculadas na escola na Ucrânia faltam às aulas presenciais devido à insegurança.

A Unicef ​​​​está a trabalhar em toda a Ucrânia para reabilitar escolas e abrigos e fornecer kits de aprendizagem em casa e apoio à aprendizagem online para crianças.

Só no ano passado, a agência alcançou 1,3 milhões de crianças com oportunidades de aprendizagem formal e não formal e 2,5 milhões de crianças e cuidadores com serviços de saúde mental e apoio psicossocial.



globo.com rio de janeiro

o globo noticia

globo com rio de janeiro

globo.com g1

jornal globo

jornais globo

Link. Πολλαπλές επιλογές οδηγών στο δάπεδο, ακόμη και για a. Index.