Albinismo ocular: entenda a condição que causa diversos problemas visuais – Jornal Estado de Minas



13 de junho é marcado como o Dia Internacional de Conscientização sobre o Albinismo. Pessoas com deficiência ou que não produzem melanina estão altamente expostas à radiação ultravioleta emitida pelo sol e até mesmo por lâmpadas fluorescentes. Portanto, protetor solar, óculos escuros e roupas de tecido bem tecido são essenciais. Para pessoas com albinismo ocular, o cuidado vai ainda mais longe.

Existem três tipos de albinismo:

1. Parcial: onde a melanina é produzida em algumas partes do corpo

2. Oculocutâneo: o mais comum e afeta todo o corpo

3. Ocular: a despigmentação afeta apenas os olhos

Caracterizado pela brancura da pele, cabelos e olhos, o albinismo é uma doença genética hereditária que afeta a formação de melanina. Segundo dados do Ministério da Saúde, estima-se que 21 mil pessoas no Brasil sejam albinas e a incidência seja de um em cada 20 mil indivíduos.

Segundo Márcia Keiko Tabuse, oftalmologista e consultora da HOYA Vision Care, acessórios como chapéus, bonés e guarda-chuvas não devem faltar no dia a dia dessas pessoas. Além disso, é preciso evitar a exposição solar, sempre que possível, e optar por atividades ao ar livre à noite.

“Devido à baixa exposição solar, muitas vezes a vitamina D precisa ser suplementada. Sua deficiência acarreta diversos problemas, inclusive nos olhos, que podem sofrer com defeitos nas fibras ópticas. É comum que o albinismo ocular seja acompanhado de fotossensibilidade, nistagmo (movimento rápido e involuntário dos olhos), estrabismo, diminuição da clareza visual e perda da estereopsia binocular (capacidade de ambos os olhos verem a mesma imagem juntos)”, diz o especialista. .

Os cuidados com o albinismo ocular começam desde cedo: avaliações oftalmológicas são realizadas nos primeiros meses de vida, além de exames e consultas periódicas que ajudam a identificar precocemente íris translúcidas ou pigmentação retiniana reduzida; O uso de lentes corretivas, fisioterapia ocular e intervenções cirúrgicas podem ser necessários em alguns casos.

Leia também: Saúde ocular: doenças afetam a visão de 50 milhões de brasileiros

Crianças com essa deficiência necessitam de orientações diferenciadas em sala de aula, como materiais de leitura com alto contraste, textos e planilhas impressas, configurações de ampliação em computadores, entre outros.

“Desta forma, esta abordagem ajuda a superar os atrasos educacionais associados aos défices visuais. Por se tratar de uma doença genética, o albinismo não tem cura. A base do tratamento são os cuidados oftalmológicos contínuos e a monitorização da pele em busca de sinais de anomalias e prevenção de danos solares” , destaca Márcia.



empréstimo sobre a rmc o que é isso

empréstimos de banco

banco para pegar empréstimo

simulação emprestimo aposentado inss

empréstimo brasilia

empréstimo consignado para bpc loas

taxa de empréstimo consignado

simular empréstimo cnpj