Cerca de 10 mil pessoas podem estar soterradas sob escombros em Gaza

Cerca de 10 mil pessoas podem estar soterradas sob escombros em Gaza


O Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários, Ocha, informou na quarta-feira que mais de 10.000 pessoas estão provavelmente soterradas sob os escombros em Gaza.

Segundo a agência da ONU, os intensos e contínuos bombardeamentos israelitas aéreos, terrestres e marítimos deixaram bairros inteiros devastados, com centenas de edifícios destruídos.

Um veículo da ONU passa pelos escombros em Khan Younis, no sul da Faixa de Gaza

Bombas não detonadas

Especialistas da ONU estimaram que cerca de 7.500 toneladas de munições não detonadas poderiam ser “espalhadas” por toda Gaza, uma quantidade que poderia levar até 14 anos para ser eliminada.

No entanto, para mitigar o risco para os civis e para os trabalhadores humanitários, o Serviço de Acção contra Minas da ONU, Unmas, tem feito apelos cada vez mais urgentes à comunidade internacional para remover os restos explosivos de guerra.

Risco de propagação de doenças

Citando a Autoridade Palestina de Defesa Civil, o OCHA observou que a recuperação de corpos dos escombros é um enorme desafio devido à falta de escavadeiras, equipamentos e pessoal.

A agência estima que, usando as ferramentas disponíveis, “poderia levar até três anos para recuperar os corpos”. Além disso, o aumento das temperaturas irá acelerar a decomposição dos corpos, aumentando a ameaça de propagação de doenças.

As condições insalubres em abrigos e outras áreas estão a contribuir directamente para a crise humanitária em Gaza

Unicef ​​​​e PNUD/Abed Zagout

As condições insalubres em abrigos e outras áreas estão a contribuir directamente para a crise humanitária em Gaza

Novos dados sobre pobreza e perda de PIB

À medida que a guerra em Gaza se aproxima do seu sétimo mês, a taxa de pobreza na Palestina continua a aumentar, atingindo 58,4% e empurrando quase 1,74 milhões de pessoas adicionais para a pobreza.

As estimativas foram realizadas pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, PNUD, e pela Comissão Económica e Social para a Ásia Ocidental, Escwa.

Segundo os dados, o Produto Interno Bruto, PIB, sofreu uma queda impressionante de 26,9%, o que representa uma perda de 7,1 mil milhões de dólares face ao momento anterior à guerra.

O ‘pesadelo’ tem que acabar

O diretor executivo do Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, afirmou que o “pesadelo” tem de acabar.

Catherine Russell disse que quase todas as 600 mil crianças agora abrigadas na cidade de Rafah, na fronteira sul, estão “feridas, doentes ou desnutridas”.

No meio de receios crescentes de uma operação militar israelita em grande escala em Rafah, ela lembrou que os mais de 200 dias de guerra “já mataram e mutilaram dezenas de milhares de crianças em Gaza”.

Bombas de 1 mil libras

Após a retirada das tropas israelitas no mês passado da cidade de Khan Younis, no sul de Gaza, uma missão de avaliação da ONU informou em 10 de Abril que as ruas e espaços públicos estavam repletos de armas não detonadas. Além disso, foram encontradas bombas de 1.000 libras “deitadas nos principais cruzamentos e dentro das escolas”.

A ONU está actualmente a liderar esforços para tornar as áreas seguras para o regresso dos palestinianos a Khan Younis. As medidas incluem avaliações de danos em instalações pertencentes à Agência das Nações Unidas de Assistência e Obras aos Refugiados Palestinianos, Unrwa, e mapeamento de áreas de alto risco contendo estilhaços e munições não detonadas.

Outro aspecto vital deste trabalho são as sessões de sensibilização, que o Serviço de Acção contra as Minas da ONU realiza através das redes sociais, mensagens de texto por telemóvel e folhetos para cerca de 1,2 milhões de pessoas em Gaza.

No total, estima-se que existam 37 milhões de toneladas de detritos no enclave, que provavelmente contém cerca de 800 mil toneladas de amianto e outros contaminantes.

Segundo as autoridades sanitárias de Gaza, desde 7 de outubro, pelo menos 34.560 palestinos foram mortos e 77.765 feridos. O OCHA também informou que até 1 de Maio, 262 soldados israelitas tinham sido mortos e 1.602 feridos em Gaza.



globo.com rio de janeiro

o globo noticia

globo com rio de janeiro

globo.com g1

jornal globo

jornais globo

Link. Advantages of local domestic helper. Itコンサルタント必見!フリー案件を一括紹介【it consult ant bank】.