Europa: Relatório destaca ligação direta entre pandemia e obesidade infantil



Os resultados de 17 países mostraram que meninos e meninas de sete a nove anos passam mais tempo olhando para telas e menos tempo brincando ao ar livre, refletindo um aumento de crianças obesas nesta mesma faixa etária.

Mais de 50 mil crianças foram entrevistadas entre 2021 e 2023, após o início das paralisações globais em março de 2020.

Uma imagem matizada

“A imagem que este relatório pinta é matizada; Em alguns paises houve mudanças positivas, como mais famílias comendo juntasmas também houve algumas descobertas relevantes, incluindo aumento de hábitos alimentares pouco saudáveis ​​e tempo sedentário”, disse Dr. Kremlin Wickramasinghe, Organização Mundial de Saúde/Conselheiro regional da Europa sobre nutrição, atividade física e obesidade.

O relatório revelou que 36 por cento das crianças aumentaram o tempo que passam a ver televisão, a jogar jogos online ou a utilizar as redes sociais durante a semanae 34% aumentaram o tempo de tela de entretenimento nos finais de semana.

Outros destaques importantes incluem que 28% das crianças experimentaram uma diminuição no tempo gasto em atividades ao ar livre durante a semana, 42 por cento relataram uma diminuição na felicidade e bem-estar e um em cada cinco relatou sentir-se triste com mais frequência.

Numa nota mais positiva, as famílias relataram um aumento no consumo de refeições caseiras, nas refeições em conjunto e na preparação de refeições em conjunto com as crianças.

Crie ambientes de apoio

Dr. Wickramasinghe esperava pelo relatório incentivará os países da região a tomar medidas urgentes para melhorar a nutrição e a atividade física criando ambientes que apoiam comportamentos saudáveis.

“Não podemos ignorar estas tendências. Na nossa região, uma em cada três crianças vive com excesso de peso e obesidade e o consumo de frutas e vegetais já é baixo”, afirmou.

A Dra. Ana Rito, Chefe do Centro Colaborador da OMS sobre Nutrição e Obesidade Infantil e coautora do relatório, sublinhou a sua importância.

“Equipar a região e os Estados-membros com provas concretas de resultados problemáticos de mudanças comportamentais globais baseadas na pandemia permitir-nos-á abordar futuras crises de saúde, maior estratégia e simpatia,” ela disse.

Um futuro mais brilhante

A pandemia sublinhou a urgência de combater a obesidade infantil, afirmou a OMS, e os países devem reconstruir melhor, dando prioridade à alimentação saudável e à actividade física para todas as crianças.

A OMS recomendou medidas como restrições de comercialização, impostos sobre produtos não saudáveis, rótulos nutricionais claros nos alimentos e programas escolares para melhorar as dietas e promover a actividade física.

A agência disse os novos dados “podem ser usados ​​para informar e melhorar as políticas atuais em toda a região e formar planos muito necessários para futuras crises e pandemias que podem levar à interrupção dos processos educativos ou ao encerramento de escolas”.



globo.com rio de janeiro

o globo noticia

globo com rio de janeiro

globo.com g1

jornal globo

jornais globo

Link. Είναι το στοιχείο που σας παρέχει ασφάλεια και ζεστασιά. Index.