Disney: Por dentro da história real de ‘Sucessão’ que se desenrola para substituir o CEO Bob Iger

Disney: Por dentro da história real de ‘Sucessão’ que se desenrola para substituir o CEO Bob Iger


É uma história tirada diretamente do manual da Disney: um rei idoso em busca de um herdeiro para unir seu reino e viver feliz para sempre.

Só que isto não é um conto de fadas e o reino em questão é uma das empresas de entretenimento mais bem-sucedidas que alguma vez existiu, com uma capitalização de mercado de 238 mil milhões de dólares e interesses que abrangem todo o mundo.

Bob Iger, CEO da Disney, de 75 anos, supostamente tornou sua principal prioridade finalmente encontrar um sucessor adequado após uma aposentadoria malsucedida, uma pandemia global e uma série de franquias de muito dinheiro em dificuldades e que precisam desesperadamente de renascimento.

De acordo com Feira da Vaidadea gigante do entretenimento reduziu a lista de sucessores de Iger a quatro candidatos, com planos para entregar o cargo em 2025 – e evitar crucialmente uma repetição do desastre de 2020 que viu Iger regressar para juntar os cacos em apenas três anos.

Apelidado de “Sucessão” da vida real, Iger estendeu seu contrato várias vezes antes de finalmente se aposentar em 2020, com o escolhido a dedo Bob Chapek recebendo a coroa da Disney bem a tempo da pandemia e da subsequente crise financeira global.

O CEO da Disney reinstalado, Bob Iger, na Vanity Fair New Institution Summit 2014
O CEO da Disney reinstalado, Bob Iger, na Vanity Fair New Institution Summit Summit de 2014 (Getty Images para a Vanity Fair)

Diz-se que o relacionamento de Chapek com Iger foi rompido durante este período difícil e ele foi demitido em 2022 com o ex-CEO reintegrado.

“Bob Chapek pode ser o maior erro que Bob Iger cometeu em sua carreira”, disse Jessica Reif Ehrlich, analista do Bank of America. Feira da Vaidade. Uma fonte dentro da Disney disse à publicação: “O conselho estragou tudo da última vez”.

Chapek pressionou a empresa a produzir conteúdo exclusivo para Disney +, enquanto várias sequências, remakes de ação ao vivo e ofertas de IP da empresa ficaram desapontados nas bilheterias.

Enquanto Chapek era CEO, vários filmes estrearam e fracassaram, incluindo Haunted Mansion, Indiana Jones: Dial of Destiny, The Marvels e Wish, com cada filme supostamente custando milhões de dólares à Disney.

Logotipo da Apple TV+

Assista Apple TV+ gratuitamente por 7 dias

Somente novos assinantes. £ 8,99/mês. após teste gratuito. Planeje renovações automáticas até serem canceladas

Experimentar gratuitamente

Logotipo da Apple TV+

Assista Apple TV+ gratuitamente por 7 dias

Somente novos assinantes. £ 8,99/mês. após teste gratuito. Planeje renovações automáticas até serem canceladas

Experimentar gratuitamente

A busca desta vez, no entanto, enfrenta um cenário financeiro mais difícil, com a gigante do streaming ficando atrás da Netflix e da Amazon Prime na corrida pelos olhos.

Todas as três organizações sofreram grandes golpes em seus valores de mercado em 2021 ou no início de 2022.

Mas embora a Amazon e a Netflix tenham conseguido aproximar-se ou mesmo ultrapassar os seus picos anteriores à queda, a Disney ainda está cerca de 170 mil milhões de dólares atrás dos 375,15 mil milhões de dólares de março de 2021.

A Pixar Animation Studios, da Disney, está cortando 14 por cento de sua força de trabalho, enquanto Iger faz uma grande reestruturação como parte de um plano mais amplo de corte de custos de US$ 7,5 bilhões, que supostamente viu 8.000 cargos cortados desde 2022.

Iger está agora a inverter o trabalho do seu sucessor que se tornou antecessor, num esforço para introduzir um espírito de qualidade em detrimento da quantidade – enquanto Wall Street pressiona simultaneamente pelo regresso aos lucros.

CEO agora deposto, Bob Chapek, no Oscar de 2022
CEO agora deposto, Bob Chapek, no Oscar de 2022 (Imagens Getty)

Isso significa que mais produções serão feitas como longas-metragens que serão exibidos primeiro nos cinemas antes de serem transferidos para a plataforma de streaming Disney+.

Herdeiro da Disney

As pessoas escolhidas como candidatos ao cargo de CEO são Dana Walden, Alan Bergman, Jimmy Pitaro e Josh D’Amaro.

A copresidente da Disney Entertainment, Dana Walden, 59, parece ser uma das favoritas, tendo se mudado do The Fox Television Group para a The Disney Company em 2019.

Ela tem muita experiência na administração de grandes negócios e é considerada amiga de Iger, que também é seu vizinho em Brentwood, Califórnia.

Enquanto isso, seu colega co-presidente, Bergman, de 58 anos, é um homem de finanças que aprendeu sobre o processo de produção de filmes, impressionando certa vez o gigante de Hollywood James Cameron quando Avatar ainda era um trabalho em andamento.

Com um trabalho que lida principalmente com streaming e esportes da Disney, Pitaro, 54, pode ser uma exceção nesta lista, considerando que Iger faz questão de não se concentrar no Disney+ como a única fonte de sucesso da empresa.

D’Amaro foi creditado por ter um caráter pessoal semelhante ao do próprio Iger, mas o papel do homem de 53 anos como presidente das experiências da Disney significa que ele não foi testado nos estúdios de cinema e TV como alguns de seus rivais.

No entanto, as greves SAG-AFTRA em 2023 afetaram todos os aspectos da produção cinematográfica, com exceção de um: os parques temáticos.

Em setembro do ano passado, a Disney anunciou que queria expandir parques e linhas de cruzeiro, dobrando os gastos com parques de quase US$ 30 bilhões para aproximadamente US$ 60 bilhões.

Se as últimas décadas da história de liderança da Disney Company nos ensinaram alguma coisa, foi não presumir que tudo é tão simples quanto pode parecer.

O próprio Iger conseguiu o cargo em 2005, quando seu antecessor, Michael Eisner, saiu após uma revolta de acionistas apelidada de “salvem a Disney”.

Desde então, foi Iger quem dirigiu a empresa através da aquisição da Lucasfilm, da Marvel e da maior parte da 21st Century Fox, e da navegação na ascensão do streaming.

Ele também evitou que o investidor bilionário Nelson Peltz e seu arsenal de mais de US$ 3 bilhões em ações da empresa ganhassem dois assentos no conselho da Disney.

Com todos os olhares voltados para quem governará em seguida, Bob Iger saberá melhor do que ninguém que há muito mais em jogo do que feijões mágicos neste reino.



globo.com rio de janeiro

o globo noticia

globo com rio de janeiro

globo.com g1

jornal globo

jornais globo

Link. Advantages of overseas domestic helper. Itコンサルタント必見!フリー案件を一括紹介【it consult ant bank】.