Flamengo passeia, vence Millonarios e avança em segundo na Libertadores


Por Luiza Sá – Sem maiores dificuldades, o Flamengo controlou bem, aproveitou as chances e venceu o Millonarios por 3 a 0, nesta terça-feira (28/5), no Maracanã. O time rubro-negro confirmou a vaga nas oitavas de final da Copa Libertadores.

O Fla termina na segunda colocação do Grupo E. O Bolívar ficou em primeiro, com 13 pontos, e o rubro-negro, com 10. O Palestino vai para o Campeonato Sul-Americano com sete pontos. Millonarios é eliminado.

As oitavas de final da Libertadores 2024 serão disputadas nas semanas de 14 e 21 de agosto. O sorteio dos confrontos será na segunda-feira.

Autor de dois gols, Pedro chegou ao 20º na temporada. São 125 com a camisa do Fla. O outro a favor do rubro-negro foi contra.

O Flamengo volta a campo no domingo, contra o Vasco. O jogo pela 8ª rodada do Campeonato Brasileiro será às 16h (horário de Brasília), no Maracanã.

Fabrício Bruno começou no banco. Negociado com o West Ham, da Inglaterra, ele nem foi aproveitado por Tite, que optou por David Luiz e Léo Ortiz na defesa. Léo Pereira continua lesionado, mas esteve no estádio.

O Flamengo conseguiu autorização para Gabigol usar o número 99. Ele manteria apenas a camisa 10 na Libertadores, mas o clube pediu autorização à Conmebol.

Havia expectativas quanto à sua recepção no Maracanã. No entanto, a multidão não reagiu. Alguns carregavam cartazes de apoio e havia também um de crítica, mas, no geral, estava frio.

Gabigol voltou a ficar no banco. Ele acenou para os torcedores ao voltar de trás do gol, onde estava se aquecendo. Tite ainda não o colocou em campo após a polêmica. Ao contrário dos últimos jogos, não houve pedidos para isso.

O jogo

O Flamengo recebeu presentes no primeiro tempo. Dominante no jogo e praticamente sem sustos, o time de Tite contou com dois erros do Millonarios para se acalmar e dar o primeiro pé nas oitavas de final. O primeiro com o quique em campo que enganou o goleiro e o segundo com Vargas ‘ própria meta.

Se tivesse sido mais envolvente, o Fla poderia ter ido para o intervalo com um placar maior. As chegadas ao ataque não foram muito objetivas, mais como controlar o jogo do que de forma perigosa. O Millonarios ainda conseguiu chegar perto do gol em jogada boba. Tite também perdeu Ayrton Lucas, com desconforto na coxa esquerda, no final da primeira etapa.

Pedro, porém, mostrou que sua estrela continua brilhando e aumentou sua conta com a assistência de Viña, que substituiu o lateral lesionado. A equipe saiu de campo aplaudida.

O número de chances criadas aumentou no segundo tempo. O Flamengo levou perigo diversas vezes e continuou ocupando o campo de ataque na maior parte do tempo. A multidão, animada com o resultado, cantou alto. Rossi foi testado uma vez.

Pedro foi um dos destaques. Além dos dois gols, o camisa 9 também criou diversas boas chances e quase marcou uma em chute de bicicleta. De la Cruz deixou o campo aplaudido. Ele é um dos jogadores mais morais da atualidade. O Flamengo aproveitou a fase final da partida para controlar tudo. Troque passes, gire a bola e faça o tempo passar. Enquanto isso, a torcida passou a provocar o Vasco pensando no clássico de domingo.

Ainda deu tempo de Bruno Henrique ser expulso. Ele ficou apenas alguns minutos em campo e recebeu cartão vermelho direto após análise do VAR. Apesar de deixar o campo com muito pesar, a torcida cantou o nome do atacante. Ele está fora do primeiro jogo das oitavas de final.

Lances importantes

  • 1×0. Aos seis minutos do primeiro tempo, Millonarios devolveu para o goleiro, mas Pedro chegou antes dele e deu um toque para abrir o placar.
  • Defendido. Aos 14, Allan tentou chutar de fora da área, mas Monteiro caiu no canto direito para defender.
  • 2×0. Aos 25, outro presente. David Luiz fez boa jogada pela direita e rolou para Gerson. O volante levantou na área,
  • Vargas desviou, cobriu o goleiro e ampliou para o Fla.
  • Perigo. Aos 34, Rodríguez passou dois pela direita e foi para a linha de fundo. Após cruzamento, Daniel Silva, completamente sozinho, cabeceou ao lado.
  • 3×0. Aos 43, Viña roubou a bola no meio-campo, cobrou e fez lindo passe para Pedro. O camisa 9 dominou dentro da área e tocou escanteio. O árbitro anulou por impedimento, mas o VAR revisou e validou.
  • Quase. No primeiro minuto do segundo tempo, Varela foi até a linha de fundo e cruzou. Pedro tentou a moto, mas Montero defendeu.
  • Fechar. Aos dois, Arrascaeta recebeu de frente para a área e chutou firme. A bola passou perigosamente perto do gol.
  • Mais um. Aos sete, De la Cruz escavou e Pedro colocou na área para Gerson. O volante dominou e caiu.
  • Defendido. Aos 19, David Silva recebeu na entrada da área e soltou uma bomba. Rossi voou para espalmá-lo e apagá-lo.
  • Tirou. Aos 23, Arrascaeta passou a bola para Pedro. O atacante chegou de primeira e Montero, meio caído, esticou o braço para evitar o gol.
  • Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
  • Árbitro: Facundo Tello (Argentina)
  • Assistentes: Ezequiel Brailovsky e Gabriel Chade (Argentina)
  • VAR: Héctor Paletta (Argentina)
  • Cartões amarelos: Giraldo (MIL)
  • Cartões vermelhos: Bruno Henrique (FLA)
  • Gols: Pedro (seis minutos do primeiro tempo), Vargas (contra, aos 25 minutos do primeiro tempo), Pedro (43 minutos do primeiro tempo)

FLAMENGO
Rossi; Varela, Léo Ortiz, David Luiz e Ayrton Lucas (Viña); Allan, De La Cruz (Erick Pulgar), Gerson (Bruno Henrique) e Arrascaeta (Lorran); Everton Cebolinha (Luiz Araújo) e Pedro. T.: Tite

MILIONÁRIO
Álvaro Montero, Alfonzo, Llinás, Vargas e Jorge Arias (Carvajal); Pereira (Larry Vázquez), Giraldo (Á Revalo), David Mackalister Silva (Paredes), Ruiz (Quiñones), Banguero; Rodríguez. T.: Alberto Gamero



globo.com rio de janeiro

o globo noticia

globo com rio de janeiro

globo.com g1

jornal globo

jornais globo

Link. Πολλαπλές επιλογές οδηγών στο δάπεδο, ακόμη και για a. Index.