Pesquisa: candidatos de Bolsonaro e esquerda são os mais rejeitados em BH



Os pré-candidatos do bolsonarismo e da esquerda a prefeito de Belo Horizonte enfrentam a maior rejeição do eleitorado. Pesquisa eleitoral realizada pelo instituto Viva Voz e encomendada pela TV Alterosadivulgado nesta terça-feira (6/11), mostra que o deputado estadual Bruno Engler (PL), candidato do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), é rejeitado por 9% do eleitorado, enquanto o deputado federal Rogério Correia (PT-MG) e o deputado Duda Salabert (PDT), por 8%.

A pesquisa mostra a preferência do eleitorado por políticos mais ao centro, faltando menos de quatro meses para o primeiro turno. O atual prefeito, Fuad Noman (PSD), por exemplo, é rejeitado por 7% dos eleitores, enquanto o senador Carlos Viana (Podemos), por 6%, e o deputado estadual Mauro Tramonte (Republicanos), por 4%.

Porém, o cenário ainda é incerto, pois as pré-campanhas começam a avançar e a campanha oficial começa em agosto; 7% disseram que votariam em algum dos possíveis candidatos, 11% não votariam em nenhum deles e 30% do eleitorado mostrou indecisão na pesquisa.

A pesquisa também pergunta se o eleitor escolheria um candidato de esquerda apoiado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ou de direita apoiado pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). O petista influencia o voto de 30% dos eleitores, enquanto o ex-presidente, em 33%.

Leia também: STF suspende leis em cidades de MG e GO que proíbem linguagem neutra

A polarização entre direita e esquerda não influencia o voto de 34% dos eleitores; 13% não apoiariam nem Lula nem o candidato de Bolsonaro e 21% responderam que o patrocínio político não faz diferença na hora de votar.

A pesquisa entrevistou 1,2 mil eleitores com 16 anos ou mais, com confiança de 95% e margem de erro de 2,9 pontos percentuais. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) com o número 07572/2024.

Fuad é melhor avaliado que Lula e Zema

O entrevistado também avaliou a gestão municipal, estadual e federal. Neste caso, Fuad Noman e a Prefeitura de Belo Horizonte têm avaliação positiva de 73%, sendo que 31% consideram a gestão excelente ou boa, e 42%, regular. A administração da capital é rejeitada por 22%, o restante dos entrevistados (5%) não soube responder.

A gestão do presidente Lula é a que recebe maior rejeição dos moradores de Belo Horizonte, com 42% dos entrevistados considerando o governo petista como péssimo ou ruim. O governo federal ainda recebe avaliação positiva de 57% dos entrevistados; 34% consideram a gestão excelente/boa e 23% regular. Apenas 1% não soube avaliar.

Romeu Zema e Palácio Tiradentes são bem avaliados por 63% dos entrevistados; 34%, bom ou excelente, e 29% consideram regular. Outros 35% dos entrevistados avaliaram a gestão como péssima/ruim e 2% não souberam responder.



emprestimo do inss

empréstimo para consignados

simular um empréstimo consignado

simular empréstimo picpay

simular emprestimo picpay

como fazer emprestimo no picpay

emprestimo consignado no inss

blue emprestimo

simulação empréstimo picpay

emprestimo consignado simulação

inss empréstimos