Biden tenta minar um ponto de discussão de Trump no discurso da cúpula da OTAN

Biden tenta minar um ponto de discussão de Trump no discurso da cúpula da OTAN



WASHINGTON – O presidente Joe Biden procurou, em um discurso na terça-feira, refutar uma crítica à aliança militar da OTAN que o rival Donald Trump fez ao argumentar que os EUA deveriam abandonar suas obrigações para com os aliados no pacto.

No discurso de abertura da cimeira da NATO, tal como começou em Washington, Biden fez questão de salientar que, sob a sua gestão, o número de países membros da NATO que gastam 2% do produto interno bruto na defesa saltou de nove para 23. Trump argumentou frequentemente que, ao pressionar os aliados a gastarem mais na defesa, estava a proteger os contribuintes americanos de suportarem uma parte demasiado pesada da carga.

Biden não mencionou Trump pelo nome, mas a sua mensagem foi inequívoca: apesar de toda a alarde de Trump sobre os países da NATO que não cumprem os seus encargos financeiros, mais nações cumpriram a meta orçamental desde que ele saiu.

“Os restantes países que não atingiram esse marco chegarão lá em breve”, disse Biden.

Biden apareceu numa cerimónia que marcou o 75º aniversário da NATO. Ele falou diante das imponentes colunas dóricas no Auditório Mellon, o mesmo edifício onde os líderes assinaram o tratado que institui a OTAN em 1949.

A cimeira coincide com um momento político tenso nos EUA, com a sua candidatura à reeleição em perigo. A incerteza em torno do seu futuro político é uma complicação inesperada, uma vez que ele recebe líderes aliados. Enquanto os seus homólogos de outros 31 países da NATO se reuniam para a cimeira, outro democrata, o deputado Miki Sherrill, de Nova Jersey, apresentou-se e apelou a Biden para retirar a sua candidatura.

O fraco desempenho de Biden durante o seu debate com Trump em 27 de junho chamou a atenção para a sua acuidade e capacidade de projetar força no cenário nacional e global. Ele proferiu seu discurso de 15 minutos sem gafes perceptíveis e com mais vigor do que demonstrou durante o debate.

Ele mirou no presidente russo, Vladimir Putin, sugerindo que a guerra de Putin contra a Ucrânia é ruinosa para o seu povo.

“Não se engane”, disse Biden. “A Rússia está falhando nesta guerra. Quase um milhão de russos, muitos deles jovens, deixaram a Rússia porque já não vêem futuro na Rússia.”

O destino da Ucrânia pode depender do resultado da corrida presidencial. Trump disse que, se eleito, acabaria rapidamente com a guerra, mas essa promessa despertou receios de que o acordo de paz que ele prevê favoreceria Putin.

Por sua vez, Biden defendeu a Ucrânia desde o início.

“A guerra de agressão de Putin contra a Ucrânia continua e Putin não quer nada, nada menos do que a subjugação total da Ucrânia”, disse Biden.

O objectivo de Putin, acrescentou, é “acabar com a democracia da Ucrânia, destruir a cultura da Ucrânia e varrer a Ucrânia do mapa. E sabemos que Putin não se limitará à Ucrânia. Mas não se engane: a Ucrânia pode e irá deter Putin”.



bxblue emprestimo

empréstimo pessoal aposentado

emprestimo online inss

banco empréstimo consignado

emprestimos consignados inss consulta

emprestimo inss online

empréstimo para aposentado online

empréstimos

emprestimo consignado cartao

Link. Cooking topics for domestic helper | 健樂護理有限公司 kl home care ltd. Itコンサルタント必見!フリー案件を一括紹介【it consult ant bank】.