A trajetória de André Mendonça, o ministro conservador no STF e no TSE

A trajetória de André Mendonça, o ministro conservador no STF e no TSE



A nova composição do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) é a esperança de Bolsonaro para um novo desfecho nos julgamentos que envolvem o ex-presidente Jair Bolsonaro. A mudança começou com a saída do ministro Alexandre de Moraes, que presidiu o tribunal em momentos decisivos dos últimos dois anos, e a posse, no dia 25 de junho, de André Mendonça como ministro efetivo do TSE. Ele jogará nas campanhas de 2024 e 2026.

O juiz seguiu o caminho de Alexandre de Moraes, que foi ministro da Justiça no governo Michel Temer, e de Flávio Dino, que ocupou o mesmo cargo no governo do presidente Lula. Mendonça foi titular da Justiça no governo Bolsonaro, que o nomeou para o Supremo Tribunal Federal (STF). Antes de chegar ao cargo que sucedeu a Sergio Moro, André Mendonça foi ministro-chefe da Advocacia-Geral da União (AGU), assim como o ministro Gilmar Mendes que ocupou o cargo durante a gestão do presidente Fernando Henrique Cardoso.

Natural de Santos, André Luiz de Almeida Mendonça, 51 anos, chegou ao STF em meio a polêmica, devido ao seu perfil conservador, como pastor presbiteriano, identificado como um ministro terrivelmente evangélico. Entre a indicação de Bolsonaro e a votação no plenário do Senado, André Mendonça esperou cinco meses.

Nesse período, uma de suas principais aliadas foi a então primeira-dama, Michelle Bolsonaro, que perambulou entre os senadores em busca de votos e orou em agradecimento quando o nome da amiga foi aprovado com 47 votos a favor, seis a mais que o mínimo necessário, e 32 opostos.

Mendonça enfrentou pessoalmente o embate entre os bolsonaristas e seus adversários e teve que explicar sua posição religiosa. Durante sabatina na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, o ministro defendeu o Estado laico e disse que “na vida, a Bíblia; no Supremo, a Constituição”.

Com carreira no serviço público, André Mendonça é considerado discreto. É mestre e doutor em Direito (Cum Laude) com doutorado internacional pela Universidade de Salamanca, na Espanha, onde atua como professor do Programa de Doutorado em Estado de Derecho y Gobernanza Global.

Foi também pesquisador e professor visitante na Stetson University, nos Estados Unidos. É professor de graduação em Direito da Faculdade Presbiteriana Mackenzie em Brasília e de diversos programas de pós-graduação stricto sensu no Brasil.

Em quase dois anos de atuação no STF, ele entregou alguns votos que seguem a cartilha bolsonarista. Sua posição, ao lado do ministro Nunes Marques, foi derrotada no plenário do STF que, em sua maioria, considerou obrigatória a cobrança da vacinação infantil contra a Covid-19, caso a imunização esteja incluída no Plano Nacional de Vacinação. Mas, apesar de conservador, votou, por exemplo, a favor da licença maternidade para mães não grávidas em uniões do mesmo sexo. A posição foi unânime no STF.

André Mendonça também acompanhou os outros 10 ministros do STF em relação à decisão que afastou qualquer interpretação de que as Forças Armadas exerçam poder moderador entre os Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. O entendimento foi firmado no julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 6.457, movida pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT). A tese foi usada pelos bolsonaristas como argumento a favor da intervenção no resultado eleitoral.

O ministro tem dito a pessoas próximas que não esperem que ele seja um líder do governo Bolsonaro no TSE. Ele quer agir com imparcialidade, sem ódio ou amor. Nas eleições de 2026, Mendonça será o vice-presidente do tribunal, que será presidido pelo ministro Nunes Marques. Estas são as duas nomeações de Bolsonaro.

Ao tomar posse como ministro efetivo do TSE, o ministro André Mendonça falou: “Responsabilidade que exercerei com muita dedicação e muito trabalho como juiz da Justiça Eleitoral, representando o STF nesta bancada e, ao mesmo tempo, junto ao responsabilidade de levar adiante o sagrado exercício do voto, da democracia e da livre vontade dos eleitores de se expressarem”.



emprestimo do inss

empréstimo para consignados

simular um empréstimo consignado

simular empréstimo picpay

simular emprestimo picpay

como fazer emprestimo no picpay

emprestimo consignado no inss

blue emprestimo

simulação empréstimo picpay

emprestimo consignado simulação

inss empréstimos

Alepeo aleppo duschseife mit lorbeeröl 5 liter.