Nascimento numa zona de guerra: Lidando com os ataques em curso na Ucrânia

Nascimento numa zona de guerra: Lidando com os ataques em curso na Ucrânia


O casal foi para a Maternidade nº 5 da cidade portuária de Odessa, no sul da Ucrânia. A instalação é conhecida por seus cuidados de maternidade abrangentes e ganhou fama local como o berço de quíntuplos.

Mas, logo depois de Chebotar dar à luz o seu bebé, um alerta de ataque aéreo soou sobre a cidade, que continua a ser alvo regular de mísseis russos e ataques de drones. Usando uma incubadora móvel, a equipe médica rapidamente transferiu o bebê recém-nascido e seus pais em pânico para o abrigo antiaéreo subterrâneo do hospital, junto com outros pacientes.

As incubadoras transportáveis ​​possuem ventilação pulmonar artificial e foram fornecidas pela FNUAPa agência das Nações Unidas para a saúde sexual e reprodutiva, para ajudar a colmatar as lacunas nos fornecimentos e serviços que os hospitais em toda a Ucrânia enfrentam, desencadeadas pelo conflito em curso.

Um aumento nas complicações do parto

A Maternidade N.º 5 enfrentou dificuldades sem precedentes no meio da guerra em curso e fez mudanças rápidas e imprevistas para apoiar mulheres grávidas e novas mães enquanto enfrentavam os desafios do parto numa zona de guerra.

O UNFPA apoia os cuidados de maternidade nas linhas de frente na Ucrânia, incluindo incubadoras móveis.

A guerra causou um aumento de 12 por cento nas complicações no parto só nesta maternidade, uma estatística que destaca o grave impacto do stress e das perturbações nas mulheres grávidas, no contexto do aumento dos bombardeamentos contínuos.

“As mulheres grávidas não vêm aqui apenas de Odessa, mas de todo o Sul, perto da frente”, disse o Dr. Igor Shpak, obstetra-chefe do hospital. “O stress e as perturbações do conflito levaram a taxas mais elevadas de cesarianas e partos prematuros”.

Novos bunkers subterrâneos

Outra pessoa que se refugiou no bunker do hospital foi Radionova Alevtyna Viktorivna. A futura mãe aguardava um check-up médico quando as sirenes de ataque aéreo dispararam.

A construção de novos bunkers subterrâneos tornou-se uma iniciativa crítica para apoiar e proteger as mulheres grávidas. Sra. Radionova disse que há uma necessidade crescente de espaços seguros e bem equipados onde as mulheres possam continuar a gravidez com segurança, apesar das ameaças contínuas.

O Hospital Mãe nº 5 acaba de construir e reforçar seu abrigo antiaéreo. Estes bunkers foram concebidos para proporcionar segurança e, ao mesmo tempo, estão equipados com as instalações médicas necessárias para garantir que os serviços de saúde possam continuar ininterruptos durante os ataques.

A maternidade de um hospital em Kiev foi transferida para o porão e funciona sob tiros.  (arquivo)

A maternidade de um hospital em Kiev foi transferida para o porão e funciona sob tiros. (arquivo)

Uma crise de saúde cada vez mais profunda

A situação nas maternidades de Odesa reflecte uma crise mais ampla que afecta o sistema de saúde da Ucrânia. Há uma necessidade urgente de apoio contínuo e de atenção global para melhorar as condições de cuidados de maternidade em zonas de conflito.

Nos primeiros seis meses do ano, a Organização Mundial da Saúde (Organização Mundial de Saúde) verificado 160 ataques a instalações de saúde através da Ucrânia. Esta destruição deixou uma lacuna significativa nos cuidados maternos e neonatais, com 23 por cento das instalações incapazes de fornecer estes serviços essenciais.

A infra-estrutura energética em Odessa e em toda a Ucrânia continua a sofrer repetidos ataques, levando a perturbações significativas e ao aumento dos custos dos serviços básicos.

Com as linhas eléctricas e as capacidades de produção danificadas, o preço da electricidade e do aquecimento aumentou acentuadamente, colocando um encargo financeiro adicional sobre as famílias que já lutavam no meio do conflito.

Estes ataques não afectam apenas as condições de vida quotidiana, mas também prejudicam a capacidade dos hospitais de prestar cuidados consistentes, uma vez que os cortes de energia interrompem equipamentos e serviços médicos críticos.

Uma mãe segura seu bebê recém-nascido em um hospital em Kiev, na Ucrânia.  (arquivo)

Uma mãe segura seu bebê recém-nascido em um hospital em Kiev, na Ucrânia. (arquivo)

O custo humano

Os constantes bombardeios causaram severo impacto na saúde mental de seus habitantes, inclusive das mulheres grávidas. Os relatórios indicam um aumento de nascimentos prematuros e taxas mais elevadas de cesarianas em todo o país, o que está directamente ligado ao aumento dos níveis de stress vividos pelas mulheres grávidas.

O stress psicológico agrava as já difíceis condições em que estas mulheres carregam e dão à luz os seus bebés. As taxas de amamentação durante os primeiros seis meses também diminuíram devido a restrições financeiras e instalações inadequadas, aumentando a morbidade neonatal e criando a necessidade de leite materno nos hospitais.

Com a guerra em curso e a necessidade de reconstrução, os esforços do governo são tensos e os sistemas sociais e de saúde vitais estão enfraquecidos.

A agência das Nações Unidas para a saúde sexual e reprodutiva, UNFPA, trabalha para colmatar lacunas críticas, especialmente na saúde e nos direitos sexuais e reprodutivos – áreas que são cruciais para o bem-estar das mulheres e dos recém-nascidos – fornecendo material médico, equipamento e serviços de apoio. O apoio é fundamental para que as mulheres de Odessa recebam os cuidados necessários para navegar com segurança na gravidez e no parto.

Os recém-nascidos são atendidos na Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica, no Centro Perinatal Regional de Kiev, na Ucrânia.  (arquivo)

© UNICEF/Oleksandr Ratushniak

Os recém-nascidos são atendidos na Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica, no Centro Perinatal Regional de Kiev, na Ucrânia. (arquivo)

Apoio à Maternidade nº 5

Desde 2022, o UNFPA forneceu mais de 68 mil dólares em assistência, incluindo para incubadoras móveis e medicamentos.

O obstetra Dr. Shpak enfatizou o papel crítico da ajuda externa.

“Sem este apoio, não teríamos os suprimentos essenciais de que necessitamos, como incubadoras móveis para transportar bebés prematuros durante emergências”, disse ele.

“Precisamos que o mundo veja o que está acontecendo aqui”, enfatizou o Dr. Shpak. “Nossas mães e bebês merecem melhor e continuaremos a fornecer esses serviços vitais”.

Saiba mais sobre como o UNFPA está ajudando na Ucrânia aqui.



emprestimos para aposentados e pensionistas

emprestimos para aposentados simulação

quero fazer um empréstimo consignado

qual o banco que faz empréstimo para loas

bancos que fazem empréstimo consignado

emprestimo para aposentado e pensionista

emprestimo cartao consignado

telefone picpay central de atendimento

como pedir emprestimo picpay

empréstimo para aposentado e pensionista

Simple, privacy focused and free ad network for websites in need of new visitors. Free & easy link building. Itコンサルタント必見!フリー案件を一括紹介【it consult ant bank】.