BYD inicia obras na fábrica de Camaçarí, na Bahia; veja projeções


Complexo deve começar a ser utilizado no final deste ano
Foto: BYD/Divulgação

Como era de se esperar, a especulação de que a BYD teria um concorrente na disputa pela antiga fábrica da Ford, em Camaçari, na Bahia, não passou de um boato.

Apesar dos esforços da brasileira Lecar para se posicionar como maior rival da BYD, a montadora chinesa anunciou, nesta terça-feira (5), o início das obras da primeira fábrica de carros elétricos do Brasil.

A construção dá continuidade ao processo de instalação do maior pólo industrial da BYD fora da China, que envolve investimento de R$ 3 bilhões.

Segundo a montadora, a expectativa é iniciar a produção de veículos eletrificados nacionais entre o final deste ano e o início de 2025. Para isso, a BYD afirma que a capacidade de fabricação será de aproximadamente 150 mil veículos por ano durante a primeira fase de implantação.

Complexo fabril da BYD em Camaçari, Bahia, antiga fábrica da Ford

Fábrica mostra divisões do complexo fabril que hoje pertence à BYD, onde serão produzidos modelos híbridos e elétricos
Foto: BYD/Divulgação

O presidente da BYD Brasil, Tyler Li, demonstra esperança na produção de veículos elétricos nos próximos anos. “Ao olharmos para o futuro, estamos entusiasmados com as oportunidades que esta nova fábrica irá gerar. Não só em termos de emprego, mas também no que diz respeito ao desenvolvimento de novas tecnologias e ao contributo para uma economia mais sustentável”, afirma o executivo.

Como será a consolidação da nova fábrica de carros elétricos e híbridos da BYD?

Antiga fábrica da Ford terreno em Camaçari, Bahia

Área com mais de 4 milhões de metros quadrados faz parte do programa de expansão da BYD
Foto: BYD/Divulgação

Adquirido pela BYD por R$ 287,82 milhões, o complexo tem área total de 4,6 milhões de m² e terá uma nova fábrica construída do zero, para início da produção de veículos elétricos.

Na primeira fase das obras, serão 26 novas instalações entre armazéns de produção, pista de testes e outras estruturas que ocuparão uma área de cerca de um milhão de metros quadrados. As antigas instalações do complexo serão utilizadas por fornecedores que auxiliarão na produção de partes e peças para os novos veículos.

BYD Dolphin Mini amarelo visto de frente, o carro está estacionado em um piso branco e você pode ver o céu ao fundo

Último lançamento da BYD, Dolphin Mini, será produzido no Brasil
Foto: BYD/Divulgação

Inicialmente, o complexo que anteriormente produzia veículos Ford dará agora origem a:

  • 100% elétrico BYD Dolphin, BYD Yuan Plus e BYD Dolphin Mini;
  • ao híbrido plug-in com mais de mil quilómetros de autonomia, Canção BYD Plus.

A iniciativa visa consolidar – ainda mais – a liderança da BYD no mercado de veículos eletrificados no Brasil.




globo.com rio de janeiro

o globo noticia

globo com rio de janeiro

globo.com g1

jornal globo

jornais globo