RS tem 20 mil animais em abrigos e anuncia castração e microchipagem

RS tem 20 mil animais em abrigos e anuncia castração e microchipagem



O governo do Rio Grande do Sul lançou, na manhã desta sexta-feira (31), um plano para o manejo dos 20 mil animais que estão abrigados após as enchentes que atingiram o estado há pouco mais de um mês. O Plano de Ação Estadual de Resposta à Fauna prevê, entre outras medidas, a castração de animais, microchip e cadastramento de voluntários.

Segundo a Defesa Civil, mais de 12,5 mil animais já foram resgatados desde o início da crise. Ao longo do mês de maio, a Sema (Secretaria de Meio Ambiente do RS) mobilizou 60 funcionários para trabalhar nas atividades de resgate e realocação de animais, mas os desafios persistem.

O diretor financeiro do Disaster Animal Response Group (Grad), Enderson Barreto, ajudou a desenvolver o plano conjunto e afirma que a situação atual exige novos esforços. “Passamos da fase de busca, resgate e resgate para a fase de manutenção desses animais”.

Segundo a Sema, o estado tem cerca de 20 mil animais em abrigos. “Por mais que esses animais estejam abrigados, eles não estão em condições dignas”, disse Barreto, durante o lançamento do Plano, em Porto Alegre.

Uma das ações previstas pelo governo do estado é a castração de pelo menos 20 mil animais. O chamado “controle ético populacional de cães e gatos” será realizado com a participação de hospitais veterinários e universidades parceiras. O serviço será viabilizado pelo Ministério Público, por meio do Fundo de Recuperação de Bens Danificados.

Haverá também cadastro e microchip de animais, com apoio de voluntários e empresas parceiras. O governo do Rio Grande do Sul recebeu a doação de 3 mil microchips da plataforma AnimallTag e trabalhará em parceria com o Arcanimal, site desenvolvido para apoiar a gestão de doações de animais.

O microchip permitirá o registro de dados como local onde o animal foi resgatado, informações de saúde, características gerais e dados sobre tutores. Segundo o vice-governador Gabriel Souza (MDB), que é veterinário e anunciou a iniciativa, o chip utilizado é do tamanho de um grão de arroz e o processo de implantação é indolor.

A plataforma PetsRS, desenvolvida após as cheias de setembro de 2023, também funcionará na resposta conjunta. Coordenada pela Universidade do Vale do Taquari, a iniciativa busca promover o reencontro dos animais com seus donos.

Também faz parte da resposta o “Whatsapp pela causa animal”, um chatbot que permitirá obter informações sobre doações (materiais veterinários, alimentos, coleiras, etc.) e cadastro de abrigos. O mesmo canal disponibilizará formulários para cadastramento de voluntários. O atendimento está disponível no Whatsapp (51) 99486-5180.

Ao final do evento, o diretor financeiro da Grad, Enderson Barreto, chamou a atenção para a adoção de animais. “Seria muito ilusório para nós pensar que quase 20 mil animais encontrarão um lar rapidamente ou que seus donos os levarão embora. É importante que o Brasil tenha um compromisso muito forte com a adoção desses animais”.



globo.com rio de janeiro

o globo noticia

globo com rio de janeiro

globo.com g1

jornal globo

jornais globo

Experience the power of this link building network and watch as your website soars to new heights in the digital landscape. What are the vip benefits ?. Itコンサルタント必見!フリー案件を一括紹介【it consult ant bank】.