Esposa de líder do Estado Islâmico condenada à morte por tribunal iraquiano

Esposa de líder do Estado Islâmico condenada à morte por tribunal iraquiano



Um tribunal iraquiano emitiu uma sentença de morte contra uma das esposas do falecido e brutal líder do Estado Islâmico, Abu Bakr al-Baghdadi, alegando que ela era cúmplice de crimes cometidos contra mulheres yazidis capturadas pelo grupo militante, anunciou quarta-feira o judiciário do país.

A decisão surge semanas antes de se completarem 10 anos desde que o EI lançou uma série de ataques contra a minoria religiosa Yazidi na região de Sinjar, no norte do Iraque, no início de Agosto de 2014, matando e capturando milhares de pessoas – incluindo mulheres e raparigas que foram sujeitas ao tráfico de seres humanos e abuso sexual. As Nações Unidas disseram que a campanha contra os Yazidis equivalia a um genocídio.

Uma declaração do conselho judicial do Iraque disse que o Tribunal Criminal de Karkh condenou a mulher por “deter mulheres yazidis em sua casa” e facilitar o seu sequestro por “gangues terroristas (grupo do Estado Islâmico) no distrito de Sinjar”. Afirmou também que a decisão foi emitida de acordo com a lei antiterrorismo do Iraque e a sua “lei dos sobreviventes yazidis”.

O comunicado não nomeou a arguida, mas dois funcionários judiciais identificaram-na como Asma Mohammed, que foi detida em 2018 na Turquia e posteriormente extraditada. Um alto funcionário da segurança iraquiana disse à Associated Press que outra esposa de al-Baghdadi e sua filha, que também foram extraditadas da Turquia para o Iraque, foram condenadas à prisão perpétua.

As sentenças foram proferidas há uma semana, mas foram anunciadas pelo conselho judicial na quarta-feira, disse ele.

Os funcionários falaram sob condição de anonimato porque não estavam autorizados a discutir o caso publicamente.

Os sobreviventes dos ataques do EI no Iraque queixaram-se da falta de responsabilização e criticaram a decisão – tomada a pedido do governo iraquiano – de encerrar uma investigação da ONU sobre os crimes do EI, incluindo a alegada utilização de armas químicas.

Ao mesmo tempo, grupos de direitos humanos manifestaram preocupações sobre a falta de um processo justo nos julgamentos de alegados membros do EI no Iraque e criticaram particularmente as execuções em massa dos condenados por acusações de terrorismo. A Amnistia Internacional e a Human Rights Watch afirmaram que as confissões são frequentemente extraídas sob tortura e instaram o Iraque a abolir a pena de morte.

Em 29 de junho de 2014, al-Baghdadi, conhecido como um dos líderes jihadistas mais implacavelmente eficazes dos tempos modernos, declarou o califado do grupo militante em grandes áreas do Iraque e da Síria. Em 2019, foi morto num ataque dos EUA na Síria, desferindo um grande golpe ao grupo militante, que perdeu agora o domínio sobre todas as áreas que anteriormente controlava, embora algumas das suas células continuem a realizar ataques.



bxblue emprestimos

quero fazer empréstimo consignado

como fazer emprestimo consignado

empréstimo c

bxblue simulação

emprestimo consignado para aposentado inss

emprestimo consignado online rapido

empréstimos consignados

simulação para emprestimo consignado

empréstimo consignado para negativado

emprestimos para aposentados inss

Link. Advantages of local domestic helper. Itコンサルタント必見!フリー案件を一括紹介【it consult ant bank】.