Bilu relembra mágoa com ex-presidente do Atlético: ‘Fui muito homem’

Bilu relembra mágoa com ex-presidente do Atlético: ‘Fui muito homem’


Bilu relembra mágoa com ex-presidente do Atlético: ‘Fui homem demais’ (Bilu na Cidade do Galo em novembro de 2007)

Figura frequente entre os titulares do Atlético na reta final de 2006 e também em 2007, o ex-meio-campista Bilu foi peça importante no período de “reconstrução” do clube mineiro após o rebaixamento à Série B. Na trajetória relativamente curta com a camisa preta e branca , o alagoano passou por situação negativa no final do contrato com o Galo e revelou sua mágoa com Ziza Valadares, ex-presidente da instituição. “Eu era muito homem”, disse o ex-atleta ao relembrar o caso.

As declarações foram feitas em entrevista Canal Frossardno YouTube. Bilu revelou que jogou grande parte da temporada de 2007 com dores no joelho direito. No final daquele ano, após passar por um procedimento cirúrgico para corrigir o problema, o ex-meio-campista esperava ter o contrato renovado com o Atlético – o que não aconteceu.

“Era Ziza (o presidente). Ele já havia dito isso. Já havíamos conversado em renovar por mais um ano, pois sabíamos do meu problema. Eu estava jogando, era um homem de verdade e joguei até o fim. Eu poderia ir ao departamento médico e ficar lá até o fim do meu contrato. Depois, o clube teria que me recuperar. Eu não fiz isso. Eu joguei”, começou.

“Até o Leão (ex-técnico do Atlético) um dia disse: ‘Com esse você tem que renovar. Independentemente de ele jogar mais tarde ou não. Tem que renovar, porque ele foi muito profissional. Jogando com uma lesão do jeito que estava, ninguém joga. O Rodrigo Lasmar (médico do Atlético até hoje) sabe de tudo e a renovação não aconteceu de verdade”, continuou.

Críticas da torcida do Atlético e carinho pelo clube

Após o término daquele Campeonato Brasileiro, em que o Atlético terminou na oitava colocação, a passagem de Bilu no Galo terminou e ele se recuperou durante oito meses nas estruturas paulistas. Depois disso, na reta final de 2008, voltaria aos gramados com a camisa do Coritiba.

Ainda comentando esse período, o ex-meio-campista relembrou as críticas que sofreu dos torcedores do Atlético. De qualquer forma, ele garantiu que continua tendo carinho pelo clube mineiro.

“A imprensa às vezes não sabe nada sobre o que acontece. Joguei praticamente todo o segundo round com uma lesão abaixo da patela do joelho. Lasmar também já sabia. Quando ele fez minha cirurgia, depois do Campeonato Brasileiro, até ele ficou assustado com a forma como consegui jogar todo o segundo turno, todo esse período. Claro que o Leão também me ajudou: me tirou de alguns treinos, me deixando para fazer fisioterapia. Mas queria deixar isso claro, porque às vezes recebemos muitas críticas e os fãs não sabem o que acontece ali.”

Bilu, antigo médio do Atlético

Bilu durante treino na Cidade do Galo, em outubro de 2007 - (foto: Juarez Rodrigues/EM/DA Press)

Bilu durante treino na Cidade do Galo, em outubro de 2007(foto: Juarez Rodrigues/EM/DA Press)

“Mas está tudo bem. A vida continua. Tenho muito carinho pelo Atlético e sou torcedor até hoje. (…) Foi justamente esse o motivo. Tive que fazer uma cirurgia e não iria melhorar por um ou dois meses. Fiquei sete ou oito meses em São Paulo. Fui fazer tratamento lá. Mas esse foi o motivo para não renovar”, concluiu.

Bilu defendeu o Galo em 68 partidas. Com a camisa alvinegra, conquistou a Série B do Campeonato Brasileiro de 2006 e o ​​Campeonato Mineiro de 2007. Hoje, atua como gestor de atletas de futebol.

  • Leia mais notícias do Atlético em No ataque!

A notícia que Bilu relembra mágoa com o ex-presidente do Atlético: ‘Fui homem demais’ foi publicada pela primeira vez no No Attack, de Lucas Bretas.



globo.com rio de janeiro

o globo noticia

globo com rio de janeiro

globo.com g1

jornal globo

jornais globo

Sofort versandfertig, lieferzeit ca.