Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você está ciente dessa funcionalidade. Conheça nosso Portal da Privacidade e consulte nossa Política de Privacidade. Clique aqui para ver

Opinião | Os direitos da Primeira Emenda de Trump não estão sendo violados

Em relação ao artigo de opinião de Ruth Marcus em 3 de agosto, “O impeachment de Trump atropela os direitos da Primeira Emenda de ninguém”:

Os defensores do ex-presidente Donald Trump alegarão que seus comentários de 6 de janeiro de 2021 estão dentro dos limites da liberdade de expressão protegidos pela Primeira Emenda. Suas observações iniciais sobre fraude eleitoral e interferência em vários estados estavam dentro dos parâmetros estabelecidos pela decisão da Suprema Corte de 1969 em Brandemburgo v. Ohio.

No entanto, o Sr. Trump encerrou seus comentários com: “E se você não lutar como o diabo, você não terá mais um país. … Então vamos, vamos descer a Avenida Pensilvânia. … E iremos para o Capitólio. Os comentários finais de Trump provavelmente cruzaram a “Linha de Brandemburgo” porque as proteções à liberdade de expressão não se aplicam a discursos que possam levar a uma ação ilegal iminente.

Paul L. Newman, Estação Merion, Pa.