Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você está ciente dessa funcionalidade. Conheça nosso Portal da Privacidade e consulte nossa Política de Privacidade. Clique aqui para ver

O amor de um fugitivo italiano pelo futebol faz com que ele seja pego



CNN

Um perigoso fugitivo ligado à Camorra, uma violenta organização criminosa italiana, foi preso na Grécia depois que as autoridades usaram seu amor pelo time de futebol Napoli para capturá-lo.

Vincenzo La Porta, 60, foi pego na ilha de Corfu na sexta-feira enquanto andava de motocicleta. Ele foi considerado um dos 100 fugitivos mais perigosos da Itália antes de sua prisão.

La Porta estava foragido há 11 anos depois de ser condenado à revelia a 14 anos de prisão por liderar o braço de lavagem de dinheiro e evasão fiscal do grupo criminoso em Nápoles.

A polícia italiana disse que estava trabalhando com seus colegas gregos para rastrear o fugitivo na Grécia por vários meses, rastreando movimentos financeiros ligados a seus associados próximos e postagens de jogadores de futebol do Napoli em Corfu nas redes sociais, nas quais ele parece ter aparecido com frequência.

La Porta parece ter selado seu destino quando foi fotografado em maio comemorando a vitória do Napoli na principal liga italiana de futebol na varanda de um restaurante em Corfu, usando um boné de beisebol e segurando um lenço azul do Napoli. A polícia estava observando os fãs, caso ele estivesse lá.

A vitória foi um grande momento para o Napoli, pela primeira vez em mais de duas décadas – desde os tempos de Diego Maradona – o time conquistou um título da Série A.

La Porta vivia com um nome falso, tinha família e administrava um negócio local, segundo a polícia italiana.