Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você está ciente dessa funcionalidade. Conheça nosso Portal da Privacidade e consulte nossa Política de Privacidade. Clique aqui para ver

Menino de 6 anos fica gravemente ferido após aparente queda de montanha-russa na Flórida, dizem autoridades



CNN

Um menino de 6 anos na Flórida ficou gravemente ferido em um parque temático depois de aparentemente cair de um brinquedo que estava a quase 60 metros acima de onde foi encontrado, disseram as autoridades.

O incidente aconteceu na tarde de quinta-feira na montanha-russa Galaxy Spin da Fun Spot America em Kissimmee, cerca de 22 milhas ao sul de Orlando.

“As unidades chegaram para encontrar uma criança de 6 anos com ferimentos traumáticos sob a montanha-russa, que estava a aproximadamente 6 metros de altura”, disse o porta-voz do condado de Osceola, Mark Pino, à CNN em um comunicado.

A criança foi transportada para um hospital de Orlando, disse Pino.

O Departamento de Agricultura e Assuntos do Consumidor da Flórida disse à CNN que está ciente e investigando o incidente.

A Fun Spot America Theme Parks disse em um comunicado que o Departamento de Agricultura e Assuntos do Consumidor inspecionou o passeio e descobriu que ele estava em “condições normais de operação sem problemas mecânicos”, mas a montanha-russa permanece fechada enquanto se aguarda uma investigação.

O site do parque temático descreve a montanha-russa Galaxy Spin como uma “estilo rato selvagem” um passeio que leva os pilotos “por curvas fechadas e apertadas”, produzindo “forças G pesadas”.

A Fun Spot America, que opera parques temáticos na Flórida e na Geórgia, disse que está trabalhando com o departamento e o fabricante da atração na investigação, de acordo com o comunicado.

“Todos os nossos convidados podem ficar tranquilos sabendo que o Fun Spot America não reabrirá o passeio até que tenhamos 100% de certeza de que isso não acontecerá novamente”, afirmou o comunicado à imprensa.